Temos utilizado este espaço para manter o contacto através de alguns textos mais divertidos sobre detalhes do nosso próximo passei, mas desta vez queremos falar um pouco dos dias espetaculares que passámos a percorrer as estradas e caminhos da região onde vamos andar nos próximos dias 12  e 13.

O passado fim de semana foi o escolhido para irmos fazer os reconhecimentos e validação final do Roadbook da II Expedição Por Terras da Ordem, passando o dia a percorrer as estradas e caminhos do Alto Alentejo.

Helder Custódio:

"Acho que não me importava de vir reconhecer os caminhos todos os dias. A chuva que caiu até ao dia dos reconhecimentos melhorou muito o percurso, e se já era bom, então agora está fantástico. Bem sei que como um dos principais responsáveis pela escolha do trajeto pode parecer demasiado óbvio dizer isto, mas tenho a certeza que os participantes no final vão me dar razão.  O prazer de condução que retiramos de grande parte dos caminhos é bastante, o que aliado a uma paisagem com zonas verdadeiramente bonitas acaba por tornar a viagem muito agradável.
Mas se o condutor tem muito com que se entreter, também o roadbook que temos preparado vai exigir atenção aos passageiros.  Procurámos que o mesmo fosse detalhado, e temos zonas em que é mesmo preciso atenção.  No entanto, procurámos incluir um pouco de tudo, e temos também alguns troços onde as notas permitem algum descanso ao navegador, pois os cruzamentos ou pontos do roadbook estão bastante espaçados.
Temos tido a felicidade de ao longo de todos os nossos eventos termos percursos que nos agradam bastante, mas este é especial por vários motivos.  A região em si é bastante interessante, e para quem tem um gosto pelo desporto motorizado vai de certo gostar saber que a esmagadora maioria dos caminhos já foi usado pelo menos uma vez pelas grandes provas de todo o terreno que aqui têm lugar.  Vamos mesmo ter a oportunidade de percorrer alguns troços que fazem parte da Baja de Portalegre 2016, que se disputa já este fim de semana.
Até chegarmos a este ponto tivemos um trabalho longo e complicado, pois temos muitas variáveis em cima da mesa, e um programa gastronómico e cultural para cumprir.  Esta altura do ano é particularmente exigente no que toca ao planeamento pelas horas de sol e pelas condições do terreno.  Por isso, terminado que estão os reconhecimentos e o roadbook, estamos bastante satisfeitos com o resultado das nossas opções e confiantes que mesmo em caso de "diluvio" conseguimos passar em todos os sítios mesmo com os SUV 4x2 ou temos alternativas viáveis para algumas zonas mais complicadas que possam vir a surgir."

Luís Pirralho:

"Estes dias que passámos pelo Alto Alentejo nos reconhecimentos foram muito divertidos. Conduzir nestes caminhos com estas condições é incrível.  Mas quero sublinhar um pouco diferente, que tem mais a ver com o programa do que com os caminhos, pois acho que o Helder já disse o mais importante a esse respeito. 
Temos um programa uma vez mais muito interessante, com momentos ao longo de todo o passeio que de certo vão surpreender os nossos participantes. No ano passado começámos com uma visita à cisterna de Avis, debaixo do chão, e depois subimos á torre da Rainha.  Este ano, vamos começar novamente nesse subterrâneo, mas depois vamos subir ainda mais, passando pela colina de Alter Pedroso, de onde temos uma visão brutal sobre o Alto Alentejo. Queremos chegar lá ao Por do Sol, pois é um momento deslumbrante visto dali.
No domingo começamos com uma visita ao Castelo de Alter do Chão, um espetacular monumento mesmo no centro desta vila, onde teremos uma pequena surpresa preparada para os nossos participantes.
Sabemos que os nossos participantes esperam de nós uma qualidade acima da média, e é isso mesmo que os espera. Temos um percurso de eleição com zonas lentas e zonas rápidas, ao qual conseguimos aliar uma vez mais um programa muito interessante, o qual complementamos com gastronomia de muita qualidade, ou não fosse ela do  Alto Alentejo.
Pela primeira vez, temos também oportunidade de proporcionar aos nossos participantes a estadia, com o jantar e a dormida a terem lugar numa unidade de 4 estrelas em Alter do Chão, que está instalada num antigo convento."

 

As incrições estarão abertas por mais duas semanas, mas os interessados devem inscrever-se o quanto antes para podermos assegurar a dormida.

A galeria completa de imagens pode ser vista clicando neste link:  GALERIA DE IMAGENS